segunda-feira, 4 de maio de 2020

“Avenida Brasil” termina como o maior sucesso da década no “Vale a Pena Ver de Novo”


A reprise de “Avenida Brasil” chegou ao fim na última sexta-feira (1º) e consagrou a novela mais uma vez como um dos maiores fenômenos da TV Globo nos últimos tempos. A trama sai de cena com a maior audiência e os maiores recordes do “Vale a Pena Ver de Novo” nos últimos 10 anos.

Escrita por João Emanuel Carneiro, a saga de vingança de Nina (Débora Falabella) despede-se do público com 18,8 pontos de média na Grande São Paulo, apresentando um crescimento de 6% em relação à sua antecessora, “Por Amor”, em 2019. É o melhor desempenho da sessão de reprises desde “Alma Gêmea”, finalizada em março de 2010 com 19,8 pontos de média.

No comparativo, “Avenida Brasil” supera todas as 19 antecessoras: “Senhora do Destino” (18,0), “Por Amor” (17,8), “O Rei do Gado” (17,4), “O Clone” (16,9), “Cheias de Charme” (16,7), “Cordel Encantado” (16,0), “Mulheres de Areia” (15,6), “Sinhá Moça” (15,2), “Chocolate com Pimenta” (14,9), “Anjo Mau” (14,5), “Caras & Bocas” (14,2), “Caminho das Índias” (14,2), “Celebridade” (13,9), “O Cravo e a Rosa” (13,8), “Belíssima” (13,7), “Da Cor do Pecado” (13,5), “Sete Pecados” (12,8), “Cobras & Lagartos” (12,4) e “O Profeta” (11,9), entre as tramas reapresentadas na última década.

O folhetim acumulou grandes recordes em sua reta final. No capítulo exibido em 16 de abril, anotou 27,7 pontos de média e 31 de pico com as cenas da vilã Carminha (Adriana Esteves) sendo desmascarada – a maior audiência da novela em toda a exibição e o melhor índice do “Vale a Pena Ver de Novo” desde o último capítulo de “Alma Gêmea”. Entre 13 e 17/04, cravou 26,2 pontos de média semanal, sendo este o maior desempenho da faixa desde os 26,4 registrados por “Senhora do Destino” em 2009.

Avenida Brasil” também se tornou a reprise mais vista da história da TV Globo, com 1.39 milhão de casas sintonizadas – cerca de 3.81 milhões de pessoas na média apenas na Grande SP. Na sequência, “Por Amor” aparece com 1.30 milhão, “A Gata Comeu” (1989) e “Senhora do Destino” (2017) tecnicamente empatadas com 1.27 milhão, e por fim “Anjo Mau” (2003), com 1.24.

Para manter os bons resultados de “Avenida Brasil”, a TV Globo escalou “Eta Mundo Bom!” (2016) para ocupar sua vaga. Novela de Walcyr Carrasco, com direção artística de Jorge Fernando, é o maior sucesso do horário das 18h na década de 2010, com 27 pontos de média.