terça-feira, 5 de novembro de 2019

Há um mês no ar, “Éramos Seis” mantém boa audiência às 18h


Em exibição na faixa das 18h da TV Globo desde 30 de setembro, a mais nova versão de “Éramos Seis”, adaptação do romance homônimo de Maria José Dupré, segue registrando índices satisfatórios e mantendo o desempenho geral que o horário obteve nos últimos meses na emissora.

Escrita por Angela Chaves, a trama acumula até seu 30º capítulo uma média de 21,0 pontos na Grande São Paulo, com diferença de apenas 1% em relação a sua antecessora no mesmo período de exibição.

No comparativo, “Éramos Seis” supera “Além do Tempo” (20,8), “Flor do Caribe” (20,1), “Joia Rara” (19,5), “Espelho da Vida” (19,2), “Sete Vidas” (18,9), “Lado a Lado” (18,2), “Meu Pedacinho de Chão” (17,5) e “Boogie Oogie” (17,5). Por outro lado, fica atrás de “Sol Nascente” (21,1), “Órfãos da Terra” (21,1), “Amor Eterno Amor” (21,4), “Orgulho e Paixão” (21,5), “A Vida da Gente” (21,8), “Araguaia” (21,8), “Eta Mundo Bom!” (22,2), “Novo Mundo” (22,2), “Tempo de Amar” (22,5), “Cordel Encantado” (23,7) e “Escrito nas Estrelas” (25,2), entre as novelas exibidas às 18h desde 2010.

Pelo Brasil, a novela protagonizada por Glória Pires rende ótimo desempenho na maioria das praças. No Recife, acumula 28,9 pontos de média, seguido de Porto Alegre (25,0), Rio de Janeiro (24,1) e Belém (24,0). Já em Goiânia, “Éramos Seis” anota apenas 12,4 pontos – uma queda de 5%. Já no PNT, a obra também aparece com 21,0 pontos, o mesmo registrado por sua antecessora nas primeiras cinco semanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário